Optimizar só a homepage quando?

Quando falamos em Search Engine Optimization (SEO) muitos são os hotéis que restringem a sua aplicação à homepage do website, a questão que se coloca é se estamos perante uma opção estratégica ou um desenquadramento entre o SEO e o Plano de Marketing.

O SEO utiliza keywords para fazer uma página obter bons resultados nas SERPs (search engine results pages) dos motores de busca, e uma página pode ser optimizada para um máximo de 2 a 3 keywords-phrases.

Reflectindo estas duas verdades na homepage de um hotel, estamos a apostar em 3 nichos: marca, destino e conceito de hotel. Exemplificando, ao optimizar um hotel utilizando apenas a homepage como porta de entrada de tráfego vindo dos motores de busca, pretendemos atrair quem procura: Hotel ABC, Hotel no Algarve, Hotel de Luxo.


Quando optimizar só a homepage é uma estratégia correcta

Esta prática de apenas optimizar a homepage pode ser uma decisão estratégica correcta quando:

  • O hotel não tem meios internos no seu departamento comercial para desenvolver o seu produto de modo a ir de encontro a outros nichos de mercado,o que por sua vez se reflecte na ausência de conteúdos únicos que atraiam tráfego de outros nichos de mercado
  • E é uma opção estratégica correcta se houver indicios que o custo do investimento nesta capacidade de desenvolvimento não tem retorno perante o potencial dos nichos de mercado

Quando existe desenquadramento entre SEO e Plano de Marketing

A falta de representação de todas as áreas da Internet no capital intelectual dos hotéis conjuntamente com o falso dogma de que todos os assuntos relativos à internet são da exclusiva responsabilidade da Informática levam à delegação do website às empresas de webdesign, demitindo-se do assunto ou encabeçando raramente o processo o departamento comercial do hotel.

Como resultados destas situações surgem hotéis com websites centrados na organização, vazios de conteúdo, com muito pouco enfoque no cliente, e na procura existente.

O website de um hotel tem que ser liderado pelo marketing do hotel, tem que reflectir os objectivos do hotel, e o seu posicionamento.

Não se pode transpor para a empresa de webdesign a obrigação de conhecer a hotelaria, o turismo e em especifico um produto hoteleiro, aconselhando ainda para que nichos o podem vender ou não. Não é do foro das suas competências nem esfera de conhecimento.
A empresa de webdesign faz o seu melhor de acordo com a experiência que tem na área e não questiona o cliente sobre as decisões que toma, nem sugere novos nichos de procura.

Oferecendo serviços adicionais a empresa de webdesign inclui o SEO (se o cliente quiser) mas apenas para o que é óbvio os 3 nichos anteriormente indicados.

Nesta situação a escolha de optimizar apenas a homepage é claramente um desenquadramento entre o investimento efectuado e retorno de investimento potencial.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *